fbpx

Primeiro Mac com chip da Apple poderá ser lançado no dia 17/11

 [atualizado: Touch ID sob a tela + Apple TV]

Pelo visto, a Apple está gostando desse formato de evento

Mark Gurman, da Bloomberg, já havia comentado que teremos um evento especial da Apple em novembro para o lançamento de um novo Mac com chip da Apple, começando assim o adeus para a Intel.

Pois hoje foi a vez de Jon Prosser dar mais informações sobre o assunto.

Segundo o leaker, o evento acontecerá no dia 17 de novembro (uma terça-feira), com o convite sendo disparado no dia 10 de novembro (uma semana exata antes).

Vale notar que a Apple ainda não lançou o macOS Big Sur, sistema operacional dos Macs — a décima versão beta foi liberada nesta semana. Desta forma, é bem provável que o SO faça parte do anúncio, sendo disponibilizado logo após o término do evento.

Resta saber, agora, o que virá nessa keynote: qual será o primeiro Mac com chip ARM lançado pela Apple? O processador será o A14 Bionic ou veremos um novo, dedicado somente a Macs? Além de um novo Mac (ou novos, quem sabe), será que as famigeradas “AirTags” serão anunciadas?

E os “AirPods Studio”?

Uma coisa é certa, segundo Prosser: os “AirPods Studio” não serão lançados nesse evento. De acordo com o leaker, eles serão a estrela principal de um futuro (por enquanto, digital, mas que poderá mudar a depender da pandemia do novo Coronavírus) que acontecerá no dia 16 de março de 2021 (novamente, uma terça-feira).

Preparem-se pois, em pouco mais de um mês, tudo indica que teremos mais um evento especial da Apple! 😀

Sobre o evento em 17/11, o leaker @L0vetodream corroborou a informação:

Despretenciosamente, ele também soltou essa:

Conforme decifrou Prosser, “MESA” é um codinome para o Touch ID e “UTS” seria “under the screen”, isto é, sob a tela. Sim, o leaker jogou essa sem dar mais detalhes sobre modelos ou prazos…

Em uma nota relacionada, Prosser também respondeu um tweet ontem derrubando qualquer esperança de uma nova Apple TV chegando este ano ainda:

Para quem estava aguardando, isso deverá ficar então para 2021 apenas.

Fonte | MacMagazine