fbpx

iPhones 12 Pro são até 25% mais rápidos que antecessores

O resultado utilizando a ferramenta AnTutTu, por outro lado, decepcionou

É claro que não ia demorar muito para os primeiros benchmarksdos novos iPhones pintarem por aí. Na plataforma Geekbenchjá temos os primeiros testes de performance com os iPhones 12 Pro12 Pro Max e os resultados são basicamente os mesmos que vimos nos testes envolvendo o novo iPad Air — o qual também é equipado com o processador A14 Bionic.

Em um deles (do iPhpne 12 Pro), a pontuação alcançada no single-corefoi de 1.597, enquanto que no multi-core foi de 4.152. Comparativamente, o iPhone 11 Pro atingiu pontuações de 1.327 e 3.289, ou seja, estamos falando de ganhos na casa dos 20% (single-core) e 26% (multi-core), respectivamente.

Da mesma forma, o iPhone 12 Pro Max é cerca de 20-25% mais rápido que o iPhone 11 Pro Max, embora no momento existam poucos benchmarks dos novos aparelhos para nos basearmos. Ainda assim, dificilmente os números serão diferentes desses — mesmo com uma quantidade razoável de testes.

MacRumors trouxe um alerta interessante. Segundo eles, alguns resultados dos iPhones 12 Pro estão mostrando pontuações multi-core significativamente mais baixas, mas o fundador do Geekbench, John Poole, informou que isso é comum em iPhones novos, já que podem ainda estar num processo de restauração (que, invariavelmente, consome parte desse processamento).

No mais, esses benchmarks levam em consideração apenas o poder de processamento da CPU1, deixando de lado aspectos importantes do chip — o primeiro da indústria mobile fabricado num processo de 5nm — como o Neural Engine (que passou de 8 para 16 núcleos), o processador de imagem, a própria GPU2, entre outras coisas.

AnTuTu

Também pintaram alguns benchmarks utilizando a ferramenta AnTuTu, os quais mostram uma pontuação geral de 564.899 para o iPhone 12 e de 572.133 para o iPhone 12 Pro.

Apesar de usarem o mesmo processador (A14 Bionic), essa diferença na pontuação muito provavelmente tem a ver com a quantidade de RAM3, já que o AnTuTu leva isso em consideração.

O resultado do iPhone 12 Pro, inclusive, está muito próximo de outro do iPhone 12 Pro Max que vazou em meados de setembro.

E os números são “decepcionantes” pois estão abaixo dos encontrados em aparelhos Android (topos-de-linha, obviamente) que usam o Snapdragon 865, como o Xiaomi Mi 10 Ultra (que atingiu uma pontuação de 640.296) e o OnePlus 8 Pro (598.891). 

Segundo o site Wccftech, é possível que o AnTuTu e o iOS não conversem muito bem um com o outro e que, por isso, vemos pontuações mais baixas no chip da Apple. Eles levantam a possibilidade de termos resultados diferentes (mais positivos para o A14) quando uma nova atualização do software for lançada, em um futuro próximo.

Fato é que a Apple, na apresentação dos novos iPhones, afirmou com todas as letras que a concorrência ainda está “correndo atrás” do A13 Bionic — aí ela foi e lançou um processador ainda mais poderoso. Então, na prática, não faz muito sentido o chip da Maçã ficar para trás em testes como esse, não é mesmo?

Fonte | MacMagazine