fbpx

Apple compra 50 milhões em baterias à Tesla

Numa fase em que a Apple se prepara para concorrer com a Tesla, e com os restantes fabricantes de automóveis, a tecnológica norte-americana adquiriu 50 milhões de baterias à potencial rival.

As tecnológicas têm tremendas necessidades de energia, seja para alimentar com electricidade os seus sistemas de armazenamento de dados, seja para garantir as suas soluções de telecomunicações. Mas a energia tem um custo brutal, pelo que importa encontrar estratégias para reduzi-lo, o que a Apple decidiu fazer recorrendo a acumuladores estacionários.

Num projecto para a Califórnia, a Apple anunciou a necessidade de instalar uma capacidade de armazenamento de energia de 240 MWh. Segundo a tecnológica, está em construção um projecto que necessita de muita energia, o suficiente para garantir as necessidades de 7000 casas num dia.

A aposta da Apple está associada a uma central fotovoltaica de 130 MW, visando acumular o excesso de energia produzida, face às necessidades da rede no momento, para depois libertá-la quando é mais necessário. Mas os 240 MWh de capacidade em baterias representam um dos maiores projectos mundiais de armazenamento de electricidade, ultrapassando o australiano conhecido como “big Battery”, que tem uma capacidade total de 193,5 MWh.

O conjunto de acumuladores será constituído por 85 packs de baterias da Tesla e tendo em conta que o preço varia de 200 a 300 dólares por kWh, ou seja, entre 170€ e 255€, equivale a cerca de 50 milhões de dólares, que a Apple teve de pagar à Tesla. Se bem que este negócio seja interessante, a Tesla forneceu no último trimestre 1.584 MWh de acumuladores estacionários, o que representa um incremento de 200% face ao ano anterior.

Fonte | Observador