fbpx

App Xbox pode transmitir jogos a da consola diretamente para o iPhone

Remote Play do Xbox permite acessar remotamente os jogos instalados no console, permitindo jogá-los em outro cômodo ou até mesmo no 4G

Microsoft liberou nesta segunda-feira (19) uma atualização para o aplicativo do Xbox para iPhones e iPads que permitirá a transmissão de jogos do Xbox One para o celular, permitindo usar o smartphone praticamente como um console portátil.

A função de jogo remoto é diferente do xCloud, que permite que o jogo rode diretamente nos servidores da Microsoft, de onde a imagem é transmitida para basicamente qualquer dispositivo conectado com uma tela. Neste caso, o jogo está rodando diretamente no Xbox One do usuário, e a imagem é transmitida pela internet para o seu celular. Ou seja, você acessa seu próprio console remotamente.

Como explica o site The Verge, é possível fazer uso da função na rede Wi-Fi da sua casa, mas o recurso também é compatível com 4G ou 5G, permitindo jogar os títulos do console mesmo quando se está na rua.

Quando o celular se conecta ao Xbox One neste modo, o console se liga sem emitir o tradicional som de inicialização, e funciona de forma silenciosa enquanto o jogo roda, de forma a evitar que alguém que esteja por perto se assuste. Após a desconexão, o console volta ao modo de repouso silenciosamente.

O aplicativo também já está preparado para compatibilidade com o Xbox Series X e Series X, que serão lançados no dia 10 de novembro no exterior, embora ainda não haja uma data de chegada ao mercado brasileira confirmada até o momento.

O recurso já havia surgido no aplicativo do Xbox para Android, liberado no fim de setembro para os usuários da versão beta. No entanto, os usuários de celulares no ecossistema do Google continuarão tendo uma vantagem sobre os do iPhone, que é a capacidade de acessar os jogos a partir da nuvem. As exigências da Apple para a App Store continuam tornando o streaming do Xbox Game Pass inviável na forma de um app, então a Microsoft oferecerá o serviço apenas como um aplicativo web, acessado pelo navegador, em vez de um app nativo.

Fonte | Olhar Digital