fbpx

iPhone SE – O tiro certeiro. Apple foi a única que cresceu no segmento dos smartphones

A Apple já apresentou o seus resultados financeiros do último trimestre, revelando que foi capaz de atingir resultados positivos em todas as áreas onde atua, mesmo em época de pandemia. No universo dos smartphones, há mais para destacar. A Apple foi a única empresa de smartphones que cresceu de forma considerável no último trimestre, face ao período homólogo, graças ao iPhone SE.

Todas as outras empresas do setor, apesar de algumas terem crescido face ao trimestre anterior, sofreram quebras acentuadas quando se olha para 2019.

iPhone SE – O tiro certeiro da Apple

Com o segundo trimestre fechado, as empresas começaram a apresentar os seus resultados financeiros e ontem revelámos aqui que a Apple foi um caso de sucesso, mesmo em plena pandemia.

Para muito contribuiu a venda de Macs e iPads, mas no segmento dos smartphones, as boas vendas do iPhone 11 foram impulsionadas pelas vendas do mais recente membro da família, o iPhone SE de segunda geração.

Além desta informação positiva para a empresa liderada por Tim Cook, a Canalys apresentou esta manhã mais um estudo ao mercado dos smartphones e mostra resultados impressionantes, para todas as empresas.

Na análise, são observados os valores de unidades vendidas de smartphones no segundo trimestre do ano, comparando-os com o período homólogo.

O reinado da Samsung acabou?

Tal como já havíamos divulgado, a Huawei conquistou, pela primeira vez na história dos smartphones, o primeiro lugar de vendas. Posicionando-se, assim à frente da Samsung que acaba por perder o seu longo reinado.

Segundo os analistas, esta poderá ser uma realidade temporária e apenas motivada pela pandemia e pelas limitações de exportação da Samsung. No entanto, não deixa de ser um marco histórico para a Huawei.

Ainda assim, face ao ano anterior, a Huawei teve uma quebra nas vendas de 5%. Este valor contrasta bem com as perdas da Samsung na ordem dos 30%. Este é um valor astronómico e que revela bem o impacto da COVID-19 na saúde dos resultados da empresa sul-coreana.

Além das quebras destes dois gigantes, também a Xiaomi, OPPO, Vivo e outras, registaram quebras nos períodos analisados.

O triunfo da Apple no segmento dos smartphones

De forma geral, o segmento dos smartphones apresentou quebras de 14% no segundo trimestre de 2020, face ao segundo trimestre de 2019. Este rombo só não foi maior, porque a Apple entra na equação com valores positivos. A empresa aumentou as suas vendas em 25%!

Este valor é facilmente justificado, já que o crescimento da empresa não costuma ser tão alto neste período. Não é hábito, a Apple lançar smartphones na primeira metade do ano, mas em 2020 decidiu colocar no mercado o iPhone SE. Um modelo sem grande inovação, mas com um desempenho de topo a um preço relativamente acessível.

Relatório da Canalys - Apple destaca-se pela positiva no segundo trimestre do ano

No entanto, o iPhone SE não é o único responsável pelo sucesso. Apple conseguiu registar novamente um volume de unidades vendidas do seu iPhone 11 muito positivo. Segundo a Canalys, o iPhone SE representou 28% das unidades vendidas e o iPhone 11 quase 40%.

É certo que, face ao primeiro trimestre do ano, de forma geral, as empresas conseguiram recuperar, mas ainda assim, de forma muito lenta. É importante que as estratégias de vendas se adaptem rapidamente à nova normalidade provocada pela pandemia, para que se consigam reinventar.

Fonte | PPLWare