fbpx

Nova previsão sugere que Apple vai deixar de lançar iPhones todos os anos a partir de 2021

Depois de várias previsões em relação ao próximo grande lançamento da empresa da maçã a previsão da J.P. Morgan sugere ainda o lançamento de quatro modelos em 2020, todos eles com tecnologia 5G.

Nova previsão sugere que Apple vai deixar de lançar iPhones todos os anos a partir de 2021

Em 2020 a Apple irá lançar quatro iPhones e todos eles terão acesso à tecnologia 5G. Foi esta a previsão da J.P. Morgan a que a CNBC terá tido acesso, num documento que garante ainda que a partir de 2021 a empresa da maçã vai passar a lançar o seu modelo de smartphone de dois em dois anos e não anualmente, como acontece agora.

Com base nos dados disponíveis pela J.P Morgan, na nota escrita por Samik Chatterjee, a previsão passa por uma “mudança estratégica” que pretende “suavizar a sazonalidade em torno dos lançamentos” da Apple. Quanto ao iPhone em concreto, a previsão é que em 2020 a Apple lance quatro modelos só em setembro, enquanto em 2021 deverão ser lançados dois iPhones no primeiro semestre do ano, estando os outros seis meses reservados para os outros dois.

O analista acredita ainda que os quatro modelos lançados em setembro de 2020 contarão todos com a tecnologia 5G, apesar de nem todos eles suportarem a tecnologia mmWave, que promete velocidades mais rápidas.

Quanto a tamanhos, estão em sintonia com uma previsão do website coreano FTNews, divulgada no final de novembro, que apontava para o lançamento de um iPhone com um ecrã de 6,7 polegadas, o maior até agora lançado pela empresa, juntamente com versões de 5,4 e 6,1 polegadas. Mas, no caso da J.P. Morgan, a previsão é de um lançamento de um modelo com 5,4 polegadas, dois com 6,1 e um com 6,7.

A nota a que a CNBC teve acesso prevê ainda que os dois maiores modelos irão incluir mmWave e câmara tripla, enquanto a gama mais baixa irá ter apenas suportar a banda Sub-6GHz e câmara dupla.

Já no final de julho, Ming-Chi Kuo tinha previsto que todos os modelos dos iPhones lançados em 2020 poderiam contar com tecnologia 5G, sugerindo que a gama mais alta iria suportar a tecnologia mais rápida do 5G e ideal para as cidades, enquanto a mais baixa iria apenas suportar a banda Sub-6GHz. Mas o analista tinha falado apenas em três modelos, ainda que com os mesmos tamanhos referidos agora pela J.P. Morgan.

Fonte | SapoTEK



%d bloggers like this: