fbpx

iPhone é o smartphone usado mais desejado em Portugal. Mas há mais

Primeiro Apple, depois Samsung e Huawei. Estas são as três marcas que lideram a oferta e procura de telemóveis usados.

Muitas pessoas preferem comprar um smartphone usado, principalmente pela poupança. Segundo dados do OLX em Portugal, 44% do total de contactos feitos nesta categoria do portal de anúncios classificados estão relacionados com iPhones, sendo que a Apple corresponde a 36% dos novos anúncios. No top três dos modelos mais procurados estão os iPhone 6 (29%), iPhone 7 (18%) e iPhone 5 (14%).

A Samsung (22%) e a Huawei (11%) seguem-se à Apple na lista das marcas mais procuradas entre janeiro e setembro de 2019. No que toca aos modelos, o Galaxy S8 (10%), Galaxy S7 (9%) e Galaxy S6 (7%) são os preferidos dos compradores de Samsung e P8 (15%), P20 (15%) e P9 (9%) da chinesa Huawei.

Vender usado para comprar novo “No âmbito do lançamento do topo de gama de uma das principais marcas desta categoria, quisemos averiguar quais as tendências de procura e oferta neste segmento. E concluímos que o OLX continua a ser um parceiro bastante valioso para quem pretende desfazer-se do seu telemóvel antigo com o objetivo de juntar algum dinheiro para adquirir as grandes novidades do mercado. A nossa plataforma é a forma mais rápida, eficaz e económica de qualquer pessoa rentabilizar os modelos mais antigos que tenham em casa sem grande esforço associado”, considera Andreia Pacheco, Brand Manager do OLX em Portugal, em comunicado enviado às redações. Lisboa (36,8%), Porto (25,2%) e Setúbal (8%) são os distritos que mais se destacam nas buscas dos consumidores. Na lista das dez palavras-chave mais pesquisadas na plataforma, curiosamente apenas duas das primeiras não estão relacionadas com o iPhone. Na 7ª posição surge o termo “Samsung” e na 10ª encontra-se a palavra “Xiaomi”. 21% tem um telemóvel que não usa O OLX lançou também um questionário, entre o dia 9 e 13 de setembro, a 250 dos seus utilizadores sobre os telemóveis que têm em casa sem utilização. Destes, 21% tem um telemóvel em casa sem utilização, 12% tem dois e 18% tem mais de dois. Para além disto, a faixa etária que mais se destaca a este nível é a que vai dos 25 aos 34 anos (35%) e na sua maioria são homens (71%). “As pessoas não têm noção do dinheiro que têm empatado em casa em telemóveis sem utilização e, na lógica do nosso ‘desempata a vida’, este questionário serve apenas para fundamentar uma suspeita que há muito temos. Mas é também apenas o começo de uma campanha que pretendemos lançar no sentido de alertar a opinião pública de que o OLX é a melhor resposta para se reaver alguns dos elevados investimentos efetuados em aparelhos deste género e que estamos somente à distância de um clique”, explica Andreia Pacheco. Uma outra curiosidade deste estudo em relação à oferta de anúncios, e considerando apenas setembro, mês de lançamento do novo iPhone 11, o número de anúncios ativos na plataforma passou de 575 no dia 1 para 8420 no dia 10, quando foi lançado o topo de gama da Apple.

Fonte | Dinheiro Vivo



%d bloggers like this: