fbpx

Nova versão do iOS “confirma” óculos de realidade aumentada da Apple

Foram ainda encontradas referências a um comando dedicado para experiências de realidade aumentada

A Apple está a testar um dispositivo de realidade aumentada e a prova está no iOS 13, de acordo com a informação partilhada pelo programador Steve Troughton-Smith – que já tem histórico em encontrar “segredos” da empresa escondidos no código de novas versões de software. As referências ao tal equipamento foram encontradas na versão golden master (GM) do iOS 13, aquela que é a versão final do software antes de chegar às mãos dos consumidores.

Os screenshots fazem referência a um sistema apelidado de StarBoard, que permite executar aplicações de realidade aumentada em formato estereoscópico, e sobre como os funcionários da Apple podem ter acesso a esta funcionalidade sem ter um HME, sigla que se acredita ser de Head Mounted Equipment (equipamento de usar na cabeça, em tradução livre).

O código faz também referência a um modo held (segurado na mão) e a um modo worn (“vestido” numa parte do corpo), o que leva a crer que em vez de ser um equipamento independente, como os HoloLens da Microsoft, os alegados óculos da Apple podem exigir uma ligação ao iPhone.

O mesmo programador encontrou ainda referência a um comando, dedicado para aplicações de realidade aumentada, que tem um trackpad, um botão de ação e um botão de sistema, sendo que este último pode ser o equivalente a um botão para voltar ao menu inicial.

As informações agora reveladas adensam o já vasto número de rumores sobre a possibilidade de a Apple estar a criar uns óculos de realidade aumentada. O próprio diretor executivo da Apple, Tim Cook, já disse mais do que uma vez acreditar que a realidade aumentada tem o potencial para provocar uma revolução maior do que aquela protagonizada pelo smartphone.

Fonte | Exame Informática



%d bloggers like this: