fbpx

Carregamento “sem fio” no iPhone: o que é e como funciona

carregamento por indução (geralmente chamado de “sem fio“) é a forma mais prática de você alimentar a bateria do seu aparelho, pois basta apoiá-lo sobre a superfície para que a carga comece a funcionar, sem precisar conectar nenhum fio no dispositivo.

A partir de 2017, a Apple começou a incorporar esta tecnologia nos novos iPhones, fazendo-a ficar mais popular e conhecida no mercado. Mas como ela funciona? Quais os dispositivos compatíveis? Qual a diferença dela para o método tradicional de carregamento?

Neste artigo, pretendemos responder estas e outras perguntas.

Padrão Qi

A Apple felizmente adotou o padrão Qi (lê-se tchi), o mesmo usado por grande parte da indústria. Isto significa que é possível usar bases de outras marcas ou aproveitar o carregamento wireless disponível em restaurantes, aeroportos, etc. Depois que o iPhone adotou este padrão, passamos a ver mais opções disponíveis por aí.


Velocidade de carregamento

A potência energética fornecida pela base de indução determina a velocidade de carregamento do iPhone.

As bases mais comuns oferecem 5W de potência e são perfeitamente compatíveis com o iPhone. No entanto, ele aceita corrente de 7,5W, o que o faz carregar de forma mais rápida. Mesmo que você use uma base com mais potência que isso (como por exemplo, 10W), o iPhone só irá absorver por indução os 7,5W. Mas não se preocupe, não há nenhum problema em usar bases mais potentes. Inclusive, se um dia a Apple aumentar esta capacidade de absorção, você já estará preparado.

Carregamentos por indução são normalmente mais lentos que aqueles realizados por cabos, e isso acontece em todas as marcas. Isto é próprio da tecnologia, pois a perda de energia no processo de indução (em média, 30%) é bem maior que a feita com fios. Por isso, não dá para esperar que um carregamento wireless seja tão rápido quanto aquele usando o cabo Lightning.

Repare que recarregar o iPhone com uma base de indução tem performance parecida com carregar com cabo usando o carregador original que vem na caixa do iPhone.

A única vantagem do carregamento sem fio é a comodidade. Basta você apoiar o aparelho sobre a base e ele já está recarregando a bateria, sem você se preocupar em conectar nada. Ao sair do local, basta pegar de volta o aparelho como se ele estivesse sobre a mesa e sair, sem burocracias técnicas.

Muitos compram bases simples de 5W (menos caras) para colocar ao lado da cama e deixar o iPhone carregando à noite, pois a velocidade do carregamento não é tão necessária neste caso.

 

Quem é compatível

Todos os iPhones lançados a partir de 2017 são compatíveis com a recarga por indução. Ou seja:

  • iPhone 8
  • iPhone 8 Plus
  • iPhone X
  • iPhone XR
  • iPhone XS
  • iPhone XS Max
  • iPhone XW Ultra (ops, esse é segredo ainda)

“Mas eu atualizei o iOS do meu iPhone 7, posso usar uma base de indução para carregar”?
Não.
É bem comum recebermos este tipo de pergunta, pois muitos não compreendem muito bem o que é exatamente este tipo de carregamento. Ele não está associado ao software e sim ao hardware. É preciso que exista uma bobina interna que realize a transmissão de energia para a bateria, e isso somente os novos dispositivos possuem. Também não pode ter a traseira metálica, pois ela corta a corrente (por isso os novos iPhones possuem traseira em vidro).


Capinhas e metais

Dependendo da base escolhida, ela permite o carregamento a alguns milímetros de distância, o que possibilita usar capinhas enquanto o aparelho é carregado.

Por não poder haver nada de metal entre a base e o iPhone, capas metálicas ou plaquinhas fixadas para suportes magnéticos não poderão ser usados enquanto se recarrega o aparelho. Em muitas bases, há um sistema de detecção de metais (FOD, Foreign Object Detect) que identifica objetos estranhos e interrompe a corrente caso identifique algo metálico. Então, se sua capinha tiver isso, você terá que retirá-la para carregar o iPhone.

Dicas para carregamento sem fio

  • O iPhone precisa estar bem centralizado na base. Se o carregamento estiver falhando sem que haja nenhum objeto entre as duas partes, tente reposicionar o aparelho. Caso esteja utilizando uma capinha, experimente retirá-la para ver se é ela a responsável pela interferência.
  • Se o iPhone vibrar (ao receber uma notificação, por exemplo), ele poderá mudar de posição. Isso poderá fazer com que a base de carregamento pare de carregar o iPhone. Se isso acontecer com frequência, considere desativar a vibração, ativar o recurso Não Perturbe ou usar uma capa para evitar a movimentação.
  • O iPhone pode aquecer um pouco durante o carregamento. Se a bateria ficar muito quente, o software poderá limitar o carregamento acima de 80% para estender a vida útil da bateria. O iPhone carregará novamente quando a temperatura baixar. Tente levar o iPhone e o carregador para um local mais fresco.
  • O iPhone não carregará por indução caso já estiver conectado a uma porta USB. Se o iPhone for conectado à porta USB do computador ou a um adaptador de alimentação USB, ele carregará a partir da conexão USB.

Ficou com mais alguma dúvida sobre carregamento por indução? Escreva aqui nos comentários e nos ajude a enriquecer este texto, para que mais pessoas possam ser beneficiadas. 😉

 

Fonte



%d bloggers like this: