fbpx

Tim Cook comemora os 35 anos de lançamento do Macintosh




Com esta frase de impacto, a Apple encerrou o icônico comercial do Super Bowl que anunciava a apresentação de um novo computador da empresa, fazendo referências ao livro “1984”, de George Orwell. E foi exatamente nesta data que Steve Jobs mostrou ao mundo o Macintosh, um computador com interface gráfica que prometia deixar a computação mais acessível a um maior número de pessoas.

Hoje, Tim Cook relembrou o aniversário de 35 anos da data, em sua conta do Twitter.

Tim Cook destacou que o Macintosh foi um marco ao mudar a forma como vemos os computadores, e que hoje há um número de usuários maior do que nunca.

E sem dúvida foi um marco mesmo. Seu grande trunfo era trazer uma interface gráfica que permitia qualquer um manipular o computador, sem precisar ficar digitando comandos ou conhecer códigos. E isso mudou definitivamente a informática. (O LISA foi o primeiro computador a usar interface gráfica, mas seu preço estratosférico impedia que muita gente tivesse acesso a ele).

A história é bem longa e cheia de conflitos. Desde o conceito gráfico originário da Xerox PARC, até o fato de Bill Gates ter se inspirado na mesma ideia para lançar o Windows e conquistar o mercado. Quem ainda não conhece a história, ela é bem interessante e há alguns filmes que a resumem bem:

  • Os Piratas do Vale do Silício: no Brasil ele ganhou três nomes diferentes, então você também pode encontrá-lo como “Piratas da Informática” ou “Piratas de Silicon Valley“. Ele conta bastante detalhes do crescimento do Vale do Silício e do nascimento da Apple e da Microsoft.
  • O Triunfo dos Nerds: conta ainda mais detalhes de como foi a revolução da informática entre os anos 70 e 80. A íntegra está publicada no YouTube.




 

Fonte

 



%d bloggers like this: