fbpx

Pela primeira vez a popularidade do WhatsApp já ultrapassou a do Facebook





A popularidade do Facebook, a maior rede social da Internet é inegável. Com uma forma grande no mundo mobile, a app que a serve era de longe a mais usada e mais popular.

Mas este domínio foi colocado em causa e acabou por desaparecer. O WhatsApp é agora a app com maior popularidade nos sistemas operativos móveis.

A decisão do Facebook de concentrar a sua aposta nas plataformas móveis há já algum tempo que se provou acertado. A migração para estes cenários, entretanto, era lógica e a empresa aproveitou de imediato.

O WhatsApp já passou o Facebook nas apps móveis

Se o domínio da sua app era uma verdade, este cenários acabou por mudar recentemente. O domínio das plataformas móveis é agora responsabilidade do WhatsApp. Esta mudança aconteceu em setembro do ano passado.

Quem revelou estes dados foi a conhecida App Annie no seu relatório The State of Mobile in 2019. Com dados de 24 meses, o crescimento das apps do Facebook foi continuo.

O crescimento do WhatsApp não foi global

No geral, e ao longo dos dois últimos anos, a app do Facebook viu sua popularidade aumentar em 20%. O WhatsApp, por seu lado, saltou 30% nessa mesma medida. Por fim, e a vencer esta etapa, o Instagram cresceu 35%. Esta app ficou abaixo das outras 2 apps do Facebook e do próprio Facebook Messenger, na utilização geral.

Como curiosidade, fica o comportamento destas apps nos EUA. Aqui o Facebook, analogamente, não perdeu o domínio e o WhatsApp não está sequer dentro do top 10 de apps mais usadas.

Os mercados onde a app do serviço de mensagens tem mais popularidade são o da Alemanha, Brasil, Espanha, Índia, Indonésia, México, Reino Unido e Rússia.

O Facebook não perde com esta mudança

Na verdade, o a maior rede social da Internet, como empresa, não está a perder com esta alteração. Ambas as apps e os serviços estão sobre o seu controlo e, na maioria, os utilizadores estão nas duas plataformas.

É no entanto importante esta mudança, pois confirma a procura dos utilizadores por soluções de mensagens gratuitas e seguras. É também provavelmente a altura para o Facebook monetizar a sua plataforma, com anúncios.

Desde que o a empresa deixou de apresentar números por serviço que estes dados chegam de plataformas como a App Annie. Neste caso seguem a linha do que ja surgiu e que coloca o WhatsApp no topo das preferências.




 

Fonte



%d bloggers like this: