fbpx

Smartphones sem notch? A fornecedora da Apple já tem solução!




O notch foi generalizado em 2017 com a apresentação do iPhone X da Apple, existindo contudo antecedentes para esta característica. Ainda assim, assistimos agora a uma nova tendência no mercado de smartphones, a eliminação gradual do notch bem como a redução do bezel.

Primeiramente, por bezel entenda-se a separação, a margem física entre o ecrã dos smartphones e respectiva estrutura. Algo que tem sido gradualmente reduzido, tanto no universo Android como no “mundo” Apple.

Assim sendo, começamos 2019 com a perfeita noção de que os novos smartphones seguirão este rumo. Veja-se o exemplo do OnePlus 6T e o seu notch em formato de lágrima, entre tantos outros que já seguiram este caminho.

Contudo, existem ainda desafios até que se possa usufruir dos tão aguardados smartphones Android e iOS sem bezel. Ou pelo menos de um dispositivo sem o notch a interromper a fluidez do design e a apresentação de conteúdos no ecrã.

Smartphones sem notch e sem bezel, o objetivo último!

Nesse sentido temos ainda alguns componentes que continuam a desafiar as principais fabricantes de smartphones. Em primeiro lugar temos a câmara frontal, algo que já está a ser incorporado no recorte circular do ecrã, a título de exemplo.

Em segundo lugar temos também o auscultador, algo que gradualmente está a ser colocado na aresta ou bezel superior. Ainda assim, resta todo um conjunto de sensores de proximidade e luminosidade, uma presença assídua no painel frontal dos nossos smartphones.

Ora, é exatamente sobre este último conjunto de sensores – luminosidade (RGB) e proximidade (IR) – que agora nos debruçamos. Antes de mais, as notícias são boas e extremamente promissoras. Tudo isto graças a uma das várias fornecedoras da Apple.

Sensor de luminosidade e proximidade sob o ecrã

Chama-se “ams” e tem a sua sede na Áustria. Trata-se de uma empresa tecnológica que fornece componentes à Apple. Aliás, segundo o relato da agência Reuters, as encomendas da Apple constituem cerca de 45% do seu volume de negócios.

Esta empresa apresentou hoje um novo produto, um novo conjunto de sensores que poderá revolucionar o mercado de smartphones. Algo que em última análise não só poderá reduzir o notch bem como o bezel que rodeia o ecrã.

Trata-se de um sensor de luminosidade (RGB) e de proximidade (IR) que pode ser colocado por baixo de um ecrã OLED. Segundo a ams o seu novo produto foi desenvolvido com a finalidade de reduzir as margens dos smartphones ao mínimo estritamente necessário. Aprofundando o assunto, a ams apelida a sua nova solução de TCS3701.

Entretanto, pode ler-se na sua nota à imprensa, publicada no dia 6 de janeiro o seguinte: “Esta solução vai ao encontro da atual tendência de mercado. Tendência que visa maximizar o display dos smartphones ao eliminar o bezel frontal, sendo também a localização habitual para o sensor de luz ambiente e de proximidade.

Irá a Apple usar esta solução? Ou um fabricante Android?

Com toda a certeza, o seu novo sensor poderá ser utilizado não só pela Apple bem como pelas fabricantes Android. Em suma, estamos cada vez mais perto de conhecer e utilizar novos smartphones com um design incólume e isento de imperfeições.

Todavia, não sabemos quando ou se a Apple ou demais fabricante Android utilizarão esta solução em concreto. Certo é que ela já existe e quebra alarga os horizontes da indústria mobile.





Fonte



%d bloggers like this: