fbpx

Desistentes do Android ainda têm muito peso para as vendas do iPhone

Não é segredo que muitos utilizadores do Android optam por abandonar este sistema operativo e migrar para a concorrência. A escolha óbvia é mesmo o iPhone e, segundo os dados apresentados, este movimento tem um peso muito importante para a Apple.

A informação que existe mostra que 20% dos iPhones vendidos trimestralmente são para utilizadores que abandonaram o Android, mas que as escolhas não recaem nos modelos de topo da Apple.

Apesar de não existirem números oficiais da Apple, vários estudos mostram que existe um número elevado de utilizadores Android a abandonar este sistema operativo e a preferir as propostas da Apple.

O mais recente, vindo da Consumer Intelligence Research Partners, confirma este movimento e quantifica-o. Segundo o estudo apresentado os novos utilizadores vindos do Android representam já 20% das vendas do iPhone.

Ao contrário do esperado, principalmente pela Apple, a escolha não recai sobre os modelos mais caros mas sim pelo iPhone SE. A tendência para a escolha deste modelo é duas vezes maior em comparação com quem já tem iPhone.

Claro que existem também utilizadores cuja escolha recai no iPhone X, mas aqui os números são muito mais baixos.

A probabilidade de um utilizador que vem do Android escolher o iPhone X é metade da de um utilizador já estabelecido no iOS e que esteja a atualizar o seu equipamento.

A razão desta escolha, tanto a elevada do iPhone SE como a do iPhone X, está no preço de venda dos equipamentos da Apple, que estes tendem a aproximar aos equipamentos Android que tinham.

Também o tamanho do ecrã é tido em conta no momento de escolher o primeiro iPhone quando se transita do Android para o mundo da Apple. São 40% dos utilizadores que migram do Android e escolhem os modelos Plus da Apple, face aos 30% que estão já no universo da Apple.

As razões aqui voltam a focar-se nos hábitos que trazem da sua experiência no Android. Aqui é normal os smartphones terem pelo menos 5 polegadas, sendo também normal serem maiores.

O estudo da Consumer Intelligence Research Partners resultou de um ano de análise a 2000 consumidores nos EUA e mostra que a migração do Android para o iPhone é algo que na verdade apenas procura um software melhor, tentando manter as especificações a que os utilizadores estão habituados.

 

Fonte